Conteúdo



Sistema B firma acordo com o Pacto do Rio para estimular melhores práticas empresariais

julho 21, 2016
NOTICIA_RIOMAISB.jpg

O fechamento de um acordo entre o Pacto do Rio, o Sistema B e mais cinco parceiros foi firmado no Fórum de Sustentabilidade. Recentemente criado, o movimento Rio + B  é um projeto que incentiva empresas e redes de negócios a avaliarem e tomarem consciência de seu impacto socioambiental visando engajar a iniciativa privada na agenda de sustentabilidade da cidade do Rio de Janeiro. Participaram do acordo as seguintes instituições: Rio Resiliente, Ellen MacArthur Foundation Brasil, ACRio, Rio Negócios, Sebrae/RJ e CEBDS.

Entenda a proposta do Rio + B em detalhes

O Rio + B tem o propósito de engajar a iniciativa privada na agenda de sustentabilidade do Rio de Janeiro através dos negócios. Reconhecida por décadas apenas pelo turismo e pelas commodities, a cidade passa a olhar, nos últimos anos e devido às mudanças na economia global, para outros setores de sua economia. Gerar oportunidades sustentáveis para o futuro da metrópole é agenda de uma das poucas cidades da América do Sul a possuir um Plano de Resiliência, por exemplo. Essa e outras iniciativas voltadas à região metropolitana carioca, emergem como novos espaços de diálogo, de criação e reformulação de negócios que incluam a cidade. É neste movimento de construção conjunta pelo Rio que o projeto se baseia.

Realizado pelo Sistema B, ONG ligada ao movimento global que reúne empresas que utilizam a força do mercado como oportunidade para implementar melhores práticas socioambientais, o projeto faz uso de ferramentas mundialmente reconhecidas, gratuitas e online, para avaliação de impacto socioambiental das empresas. O objetivo é mapear e construir novas possibilidades de impacto positivo dentro da realidade e motivação de cada empresa para, desta forma, resultar em bons frutos para o negócio e para a cidade.

Na primeira fase do Rio + B, as organizações são convidadas a preencher um breve questionário de 40 perguntas, em cinco áreas: Governança, Trabalhadores; Comunidade; Meio Ambiente e Modelo de Negócio. Podem participar todas as empresas com sede e/ou operação na região metropolitana e na cidade do Rio de Janeiro. Não há restrição de porte, número de funcionários, faturamento ou setor em que atuam. Todos os dados são sigilosos e só serão publicados sem identificação. As perguntas poderão ser respondidas entre setembro e outubro de 2016 no site www.riomaisb.org.br.

O preenchimento do questionário é uma oportunidade das empresas enxergarem oportunidades de mudança e é feito gratuitamente sem nenhum vínculo ou custo para as empresas. A autoavaliação pretende trazer para cada empresa uma oportunidade de evolução, não apenas por meio de sua imagem diante da cidade, mas também internamente, entre seus colaboradores.

Após a primeira etapa de autoavaliação, será realizado o Laboratório RIO+B. Nele, durante seis meses, um grupo de empresas, referência em seus segmentos de atuação, será acompanhado no desenvolvimento de um plano de ação capaz de intensificar seus impactos positivos em suas atividades de interesse.

O Rio+B foi concebido entre instituições e iniciativa privada e conta com o apoio das principais organizações engajadas no tema e comprometidas com os negócios cariocas, são elas: Prefeitura do Rio de Janeiro, através do Rio Resiliente; Ellen MacArthur Foundation, líder mundial no conceito de Economia Circular; Liga de Intraempreendedores, organização internacional que trabalha na identificação e empoderamento de empreendedores dentro das organizações; O Pacto do Rio, um conjunto de compromissos articulados que busca alinhar os objetivos da população com os diversos setores da sociedade; PARES, consultoria em estratégia, inovação e desenvolvimento organizacional sistêmico; NBS, agência de comunicação com longa trajetória em projetos de impacto positivo, responsável pela comunicação da iniciativa; e Máquina Cohn & Wolf, agência de relações públicas do grupo WPP. A ação também foi possível graças à parceria da CAF, Banco de Desenvolvimento da América Latina e a BMW Foundation, que tem como prioridade o apoio à inovação social.

Valores como sustentabilidade nos negócios, melhores práticas socioambientais, retenção de talentos, retorno de investimentos, e propósito das marcas estão redefinindo o conceito de sucesso dos negócios e as mudanças são necessárias. O Rio de Janeiro tem o potencial para ser protagonista neste cenário de mudança.